De Baixo Para Cima

"De baixo para cima" é um recorte fotográfico
da tentativa de ocupação do espaço da cidade
de São Paulo por seus habitantes em situação
de rua, que sua hoje mais de 15 mil. Eles não
têm representação política, muito menos uma
representação pictórica que seja solidária e
crítica à sua condição. Este trabalho os retrata a
partir de seu próprio ponto de vista, olhando de
baixo para cima num contre-plongée
exagerado. A utilização radical da perspectiva
“desterritorializa” a imagem, dando ao
espectador apenas a visão daqueles que
normalmente são ignorados no trato social. 

O contraste entre as duas imagens que formam
cada díptico cria uma fuga da iconografia
tradicional do morador de rua, já que
habitualmente a fotografia documental tenta
mostrar a realidade de maneira mais próxima
do que vemos no dia-a-dia, enquanto neste
ensaio a intenção é reforçar a noção de
estranhamento entre aqueles que moram na rua
e a cidade ao seu redor.
Back to Top